O avanço dos gaúchos

Em correspondência pessoal com o ator e professor de teatro Sergio Andrés Lulkin, fiquei feliz por descobrir algo em comum com ele: ambos ficamos muito contentes por encontrar cursos de Pedagogia em nosso país que estejam realizando uma interface entre as artes e a educação, estudando cuidadosamente as relações que podem ser estabelecidas − os aprendizados possíveis − a partir da “razão artística”, mais especificamente, do Teatro inserido na formação de educadores.

O Grupo de estudos em educação, teatro e performance – GETEPE, do Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul realiza pesquisas em duas vertentes solidárias e mescladas: a da Pedagogia Teatral e dos Estudos da Presença.

As bases teóricas das pesquisas empreendidas pelo grupo envolvem Antropologia e Filosofia, especialmente, a Etnocenologia, os Estudos da Performance e os Estudos Foucaultianos. O grupo realiza pesquisas práticas, por intermédio de seu núcleo artístico, a Usina do Trabalho do Ator, e pesquisas teórico-práticas empreendidas por investigadores, doutorandos, mestrandos e alunos de iniciação científica. O grupo mantém uma publicação semestral, a Revista Brasileira de Estudos da Presença; e, um curso de especialização lato sensu em Pedagogia da Arte. Além disso, o grupo coordena a Rede Internacional de Estudos da Presença que envolve pesquisadores de três países.

Para quem ainda não conhece, vale acessar: http://www.ufrgs.br/getepe/

Continuarei, portanto, empregando esforços por aqui, para que, me espelhando nos amigos gaúchos, possa fazer crescer esse trabalho, que visa contribuir para uma educação humanizadora, com princípios libertadores. “Seja no sentido de libertar da ignorância, seja no sentido de libertar da miséria, mas também da opressão, fazendo surgir uma geração de homens e mulheres felizes. Há necessidade de um conhecimento comprometido socialmente e, portanto, transformador da realidade, apreendendo a realidade e construindo cidadania, recriando valores e práticas cotidianas.”

 

A última frase, que escolhi para iluminar minhas ideias, é dos professores Celso Ilgo Henz e Ricardo Rossato, da Universidade Federal de Santa Maria. Estão em:

HENZ, Celso Ilgo e ROSSATO, Ricardo. Educação humanizadora em tempos de globalização. In: Henz, C. I.; Rossato, Ricardo; Barcelos, V. (orgs.) Educação humanizadora e os desafios da diversidade. Santa Cruz do Sul: EDUNISC, 2009, p.11-21.

Foto: Espetáculo da UTA “5 tempos para a morte”

 

2 respostas em “O avanço dos gaúchos

  1. Olá Lúcia! Sou ex aluna de pedagogia da UFRGS (POA) e tenho especialização em Psicomotricidade Relacional. Atuo com educação infantil já a bastante tempo e durante alguns anos tb pude ter alguma experiência com teatro, o que contribuiu muito na minha vida pessoal e profissional. Acredito na formação corporal do profissional de educação, uma formação integral, que passa pela subjetividade e não somente pelo conhecimento acadêmico. Faço algumas oficinas para a formação de professores na primeira infãncia e como sinto falta de um trabalho mais amplo nesta área. Descobri casualmente tua tese de doutorado, a qual estou lendo agora, e confesso que fiquei encantada com a pesquisa. Estou me organizando para voltar a fazer teatro e, quem sabe, fazer este intercâmbio. Parabéns pelo excelente trabalho, estou adorando ler. Um abraço!
    Débora Fagundes

    • Oi Débora!
      É muito bom receber sua mensagem!
      Temos a preocupação em comum, no que diz respeito à formação corporal de educadores, de que seja profunda e reflexiva, e não meramente instrumental e técnica. Para isso é preciso que os temas da corporeidade sejam abordados não apenas teoricamente, mas que existam os tempos da experiência significativa.
      Fico feliz com sua leitura e me coloco à disposição para quando quiser trocar ideias.
      Vamos nos falando!
      Obrigada por entrar em contato e um forte abraço!
      Lucia

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s